top of page

Método ESGD para e-mails


Esse é o método que criei após alguns testes e que está entre alguns dos métodos que compartilho em minhas mentorias (ESGD, AIDA, Objetivo e DIS).


E – ELE

Comece o e-mail falando do cliente. De algo que viu no site, redes, do mercado que ele atua ou de um tema relevante para ele como decisor...olha, tema relevante não é sobre você! Use na primeira linha ou parágrafo do e-mail. E por que funciona? Porque as pessoas gostam de ouvir sobre elas.

S – SINERGIA

Crie uma sinergia entre a sua empresa ou solução e a empresa do lead. Por exemplo, você pode escrever que as suas empresas estão voltadas para a inovação e que a sua solução tem esse objetivo, etc.

G – GATILHOS

Além de as pessoas gostarem de ouvir sobre elas, outra particularidade é que elas gostam ou precisam de referência. Imagine que um estranho chega perto de você, quer iniciar uma conversa e fala: “Eu sou amigo do João, o seu irmão!”. Nos negócios a referência, falar que você já atua na área, que atende empresas do mesmo segmento ou do mesmo porte ajuda na prospecção. Se não quiser/puder citar as empresas escreva: “atuamos com mais de X empresas só do seu segmento.”

Não dá para usar o mesmo segmento porque alguns acham que trabalhar com o concorrente é negativo?

Use: “Essa solução já gerou X resultados para diversos segmentos como A, B, C”, ou analise se entre os seus clientes tem fornecedores da empresa: “Atuamos juntos á diversas empresas entre elas a X , Y e X que são também fornecedores de vocês.”

D- DIRECIONAMENTO

É o seu call to action, mas esqueça a massificação, esqueça os “15 minutos para uma call” esse coloque no lugar do lead que recebe dezenas ou centenas de e-mails pedindo reuniões. Que tal deixar o pedido de reunião para o segundo ou terceiro e-mail como falei em artigo de janeiro?


 


Comments


bottom of page