Socorro o cliente sumiu!

Antes de começar a criar estratégias de prospecção, temos que olhar nossos índices de retenção ou de clientes fiéis, pois eles mostram muito sobre a nossa empresa.


Adianta contratar um time de Sdrs para qualificar, abordar e encher o funil se os clientes estão vazando por um "fenda" que você não consegue conter?



Não adianta técnicas de inbound para atrair, softwares de automação se no final das contas o cliente vem e vai, vem e vai .


Esse crescimento de vendas, as comemorações por metas batidas são ilusórias, pois crescimento real é:

•O número de prospecção de novos;

•Retenção dos ativos;

•Muitas vezes o crescimento das vendas com esses atuais (upsell).



Quando esses três índices estão alinhados podemos considerar que a empresa está crescendo.





Existe uma diferença entre o cliente satisfeito e o leal. Qual?


O satisfeito pode trocar de fornecedor se ele tiver algo superior ou que gere valor. Um cliente satisfeito não é um cliente leal.


Já o cliente leal não troca por dois motivos:


1. Ele precisa do seu produto/serviço, as vezes porque não tem opção. (lealdade comportamental).

Exemplo: Um produto exclusivo, um produto difícil de achar ou um preço extremamente competitivo. Mas ele pode deixar de ser leal assim que tiver mais opções.


2. Porque ele consegue medir o ROI, porque ele gosta da marca (lealdade emocional).

Exemplo: Ele é fiel a um produto ou serviço porque essa empresa consegue superar todas as suas necessidades, porque ele tem vantagens/ganhos ou porque existe algum fator emocional relacionado a essa marca/empresa..como o caso de amor do iPhone com seus clientes!


A nossa busca deve ser pela lealdade emocional, aquela que o cliente vai indicar, não vai atender as investidas da concorrência e para isso precisamos ser RELEVANTES para o cliente.


É fato que além do empenho em conseguir novos clientes e da corrida louca por leads, as empresas não podem esquecer que tem um DEPOIS da venda.



Fica a dica!


hashtag#vendas hashtag#prospeccaodevendas hashtag#outbound

Quer enviar este texto para amigos ou colaboradores? Quer publicar em outro Blog ou no LinkedIn? Você pode fazer isso desde que mantenha os créditos do autor Myrian Mourão. Isto se chama Direitos Autorais.





37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo