top of page

A anatomia de um InMail na prospecção pelo LinkedIn

Atualizado: 16 de dez. de 2022


Quando você quer abordar um cliente potencial no LinkedIN você tem duas opções:


Enviar um InMail ou solicitar a conexão.


Eu particularmente prefiro começar a prospecção com relacionamento e o pedido de conexão, pois considero menos invasivo essa “permissão para entrar”.


Não vou falar do InMail patrocinado, aquele que é disparado em campanhas, mas do InMail das contas premium.


Em termos de estratégia, quais são as vantagens?


  • Para leads que você não conseguiu o e-mail em nenhum canal;

  • Pode ser mais assertivo que o cold mail, já que muitas vezes este cai no spam;

Anatomia do InMail


  • Assunto

O Cold Mail tem um espaço para o assunto é assim como qualquer cold mail, precisa chamar a atenção, ser relevante;


  • Sobre ele + Sinergia

Comece criando o relacionamento e escrevendo algo que vi no perfil dele ou na página da empresa, um post que curtiu ou comentou. Crie uma conexão, uma sinergia.


Ex.:


“[...] achei muito interessante o seu post sobre X e concordo com a sua visão como gestor...”

“Fulano, eu vi que você curtiu um post sobre (tema) e esse também é um assunto que me interessa porque...”


  • Proposta de valor

Não escreva textão, não descreva sua linha de produtos e nem faça discursos sobre a sua empresa. Várias pesquisas, como da Waalaxy, por exemplo, indicam que quanto maior o texto menos respostas, menos interação. Você já criou a sinergia nas primeiras linhas, logo fale o seu objetivo, pode usar alguns gatilhos, mas sem prolongar.


Ex,:


“Já que este é um tema relevante para você, e estamos inseridos neste mercado, acho interessante aprofundarmos o relacionamento entre as empresas. Hoje, nossos principais clientes são do seu segmento, como A, B e C.


  • Call to Action

Se quiser sair do comum, peça a reunião mais sutilmente.


Ex.:


“Quero enviar mais informações, você prefere por e-mail ou whats?”


“Eu quero convidá-lo a conhecer melhor a (empresa). Prefere mais informações antes de uma reunião/demo?” (aqui fica pressuposto que ele vai agendar depois do envio de informações)


“Quero convidá-lo para um bate papo sobre (produto/serviço ou benefício) para juntos entendermos o que ainda pode ser melhorado na (empresa/processos)” (mais descontraído)

 



Comments


bottom of page