Cold mail não é uma novela.


Cinco parágrafos é o necessário para um cold mail. Se forem menos do que cinco, melhor!

O primeiro e-mail para um cliente potencial não é o momento de descrever toda a sua linha de produtos ou todos os serviços. Muito menos dizer o quanto você é mega-power-blaster.


Evite os “textões”.


Alguns profissionais de vendas mandam o cold mail e junto uma apresentação da empresa. Péssima estratégia, pois você queima todas as suas cartas que tem na manga.


Recentemente, em um curso de prospecção analisei um e-mail de prospecção onde o vendedor descreveu quase todo o histórico da empresa e junto enviou uma apresentação em pdf novamente com o histórico da empresa.


E para piorar, antes deste e-mail houve um contato telefônico onde ele também falou sobre a empresa. Ou seja, redundância!


E quer mais uma verdade? Nada contra a automação de cold mails, eu mesma uso, mas se trata de e-marketing com um nome mais bonitinho. E é spam, sim.


Se é enviado em massa para uma lista e sem autorização, não tem outro nome a não ser e-marketing e spam.


Fica a dica e sucesso!

#vendas#prospeccao#vendasb2b#coldmail#email#b2b


Leia também:



28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo