E-marketing ou cold mail?


“[...] talvez eu não tenha reparado no seu e-mail porque recebo uma quantidade absurda de emkt por dia PEDINDO REUNIÕES...”


Na última quinta feira conversando com um decisor durante meu trabalho de prospecção ele me disse essa frase intrigante


Será que a sua cadência está com cara de Emkt?


Ou seja, decisores estão confundindo o e-mail de prospecção ou cadências, que têm como objetivo iniciar uma conexão com o tradicional e-marketing?


É fato que hoje, diferente de décadas passadas, o e-marketing está cada vez mais sofisticado e através de máscaras ele também pode ser personalizado.


Como diferenciar?


1. Se o seu processo é de automatização e envio em massa, tente separar esses envios por segmento, focando no contexto, em uma “dor” que provavelmente o afeta.


2. Se o seu processo é semiautomatizado, você pode incluir variáveis que vão passar a percepção de personalizado. E segundo pesquisas das maiores empresas de Sales Engagement, como a Reev, quanto mais a aparência de personalizado, mais conversão.


3. O Ultra personalizado. Para aquela super empresa ou um decisor especial, vale a pena usar o e-mail ultra personalizado.

Esse é um e-mail de prospecção que o decisor NUNCA vai confundir com um e-marketing.

Leia também:



17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo